Economia

Habitação tem alta de 0,57% e gera impacto de 0,09 ponto porcentual no IPCA-15

25.08.2020

Os gastos das famílias brasileiras com Habitação passaram de um aumento de 0,50%, em julho, para uma elevação de 0,57% em agosto, dentro do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O grupo deu uma contribuição de 0,09 ponto porcentual para a inflação de 0,23% deste mês.

A energia elétrica ficou 1,61% mais cara. O IBGE lembra que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou em 26 de maio que manterá em vigor a bandeira tarifária verde – em que não há cobrança adicional na conta de luz – até o fim de 2020.

No entanto, houve reajustes tarifários em Belém, São Paulo, Fortaleza, Salvador, Recife, Belo Horizonte e Porto Alegre. As únicas áreas onde os preços da energia elétrica recuaram foram Curitiba e Brasília, devido às reduções nas alíquotas de PIS/Cofins.

Ainda em Habitação, as famílias pagaram mais por alguns materiais de construção, como cimento (5,26%), tijolo (4,83%) e areia (1,53%).

Ficaram mais baratos em agosto os artigos de limpeza (-0,47%) e o gás encanado (-0,66%, devido à redução de tarifária no Rio de Janeiro).

Fonte: Estadão Conteúdo

newsletter-img

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita. Inscreva-se e receba a newsletter

Posts relacionados

Economia

Superávit da balança comercial na 2ª semana de setembro é de US$ 1,399 bi

A balança comercial brasileira registrou superávit comercial de US$ 1,399 bilhão na segunda semana de setembro. De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira, 13, pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia, o valor foi alcançado com exportações de US$ 5,379 bilhões e importações de US$ 3,980 bilhões. Em setembro, a balança comercial […]

13/09/2021

Economia

FMI anuncia nomeação de Ilan Goldfajn como diretor de departamento

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, anunciou nesta segunda-feira, 13, a nomeação do ex-presidente do Banco Central Ilan Goldfajn como diretor do Departamento do Hemisfério Ocidental do órgão. O brasileiro assumirá o cargo, hoje ocupado pelo mexicano Alejandro Werner, em 3 de janeiro de 2022. Em nota divulgada pelo FMI, Georgieva diz […]

13/09/2021