Economia

Dólar cai com realização induzida por exterior, após duas altas

08.07.2020

O dólar se enfraqueceu no exterior com a melhora dos índices futuros das Bolsas de Nova York em meio à alta das commodities, como petróleo, cobre e minério de ferro, e direciona os negócios locais, após duas alta seguidas.

Os dados de vendas no varejo em maio ante abril acima das previsões e a aceleração dos preços trazida pelo IGP-DI e o IPC-S de junho ajudam na baixa também ao corroborar para uma pausa no afrouxamento monetário, reforçando as chances de Selic estável em 2,25% em agosto.

As vendas do comércio varejista subiram 13,9% em maio ante abril, na série com ajuste sazonal, informou há pouco o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado veio acima do teto do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam uma alta entre 0,90% e 11,60%, com mediana positiva de 5,90%. Quanto ao varejo ampliado, que inclui as atividades de material de construção e de veículos, as vendas subiram 19,6% em maio ante abril, na série com ajuste sazonal, superando o teto do intervalo das estimativas dos analistas, entre 0,50% e 13,10%, com mediana positiva de 7,70%.

O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) registrou alta de 1,60% em junho, após um avanço de 1,07% em maio, acima da mediana estimada de 1,40%, mas dentro do intervalo das previsões do mercado financeiro, que estimavam uma alta desde 1,10% a 1,75%, de acordo com as instituições ouvidas pelo Projeções Broadcast. Já o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) acelerou a 0,50% na primeira quadrissemana de julho, de 0,36% em junho.

Às 9h26, o dólar à vista caía 0,15%, a R$ 5,3752. O dólar futuro para agosto cedia 0,03%, a R$ 5,3790.

Fonte: Estadão Conteúdo

newsletter-img

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita. Inscreva-se e receba a newsletter

Posts relacionados

Economia

Superávit da balança comercial na 2ª semana de setembro é de US$ 1,399 bi

A balança comercial brasileira registrou superávit comercial de US$ 1,399 bilhão na segunda semana de setembro. De acordo com dados divulgados nesta segunda-feira, 13, pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia, o valor foi alcançado com exportações de US$ 5,379 bilhões e importações de US$ 3,980 bilhões. Em setembro, a balança comercial […]

13/09/2021

Economia

Ana Paula Pessoa substituirá Ilan Goldfajn no Credit Suisse

A executiva Ana Paula Pessoa foi escolhida para ocupar a partir de janeiro a presidência do conselho do Credit Suisse no Brasil, cargo ocupado pelo ex-presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn. O economista está deixando o banco suíço após dois anos como presidente do conselho, de saída para o Fundo Monetário Internacional (FMI), onde vai […]

13/09/2021

Economia

Equipe econômica está aberta a 'outros modelos' para precatórios, diz Bittencourt

O secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, disse que a equipe econômica está aberta a “outros modelos” que solucionem a questão do grande volume de precatórios a ser pago em 2022. Em evento da Genial Investimentos nesta segunda-feira, ele defendeu que a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) enviada pelo governo ao Congresso Nacional é a […]

13/09/2021