Economia

Celso Sabino: Devemos votar, primeiro, tributação sobre renda e depois CBS

21.07.2021

O deputado Celso Sabino (PSDB-PA), relator do projeto que trata de mudanças no imposto de renda, disse nesta quarta-feira, 21, que a matéria sob sua relatoria deve ser votada na Câmara antes do projeto que unifica PIS e Cofins com a criação da Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS).

“Devemos votar, primeiro, a tributação sobre renda e, depois, a CBS”, disse o parlamentar durante live do empresário Abilio Diniz. Sabino afirmou que tem mantido diálogo com o relator da CBS, o deputado Luiz Carlos Motta (PL-SP), dando a sua contribuição para aprimorar o capítulo da reforma tributária que trata da taxação do consumo. Com o fatiamento da reforma, os projetos tramitam separadamente.

Ao observar que a reforma tributária é um tema que desperta polêmica, Sabino disse que é difícil agradar a todos, mas tem feito muitas reuniões com setores empresariais e já enxugou boa parte das propostas, criticadas por empresários, que foram encaminhadas pelo governo.

Em resposta a notícias geradas pela ideia de revisar incentivos fiscais do Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), o deputado também aproveitou a live para assegurar que a reforma não vai acabar com o vale-alimentação.

“Não consta do projeto acabar com o vale-alimentação. Pelo contrário, queremos que mais trabalhadores recebam vale-alimentação. Se tiver um único risco de alguém perder o vale-alimentação, eu não vou ler o relatório na Câmara”, garantiu Sabino.

Fonte: Estadão Conteúdo

newsletter-img

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita. Inscreva-se e receba a newsletter

Posts relacionados

Economia

'Não há problema em alívio de tributo proposto por relator', diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quarta-feira, 28, que o relator da proposta de reforma do Imposto de Renda, Celso Sabino (PSDB-PA), está “completamente afinado” com o governo e que vai cumprir a promessa de não aumentar impostos. “O nível de arrecadação vai continuar subindo, não há problema em haver alívio de tributo […]

28/07/2021

Economia

Reajuste do Bolsa Família pode ser de 50% ou mais, diz ministro da Cidadania

O ministro da Cidadania, João Roma, disse nesta quarta-feira que o governo deve enviar até o início de agosto uma medida provisória reformulando programas sociais. Após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, Roma disse pretender que o novo programa tenha o maior valor “possível. “O valor médio do programa será tratado com a […]

28/07/2021